Multifranqueados são tendência no mercado

Multifranqueados são tendência no mercado

Em 2019, empreendedores com mais de duas unidades de uma mesma rede chegou a 82% e a rede de Buddha Spa é exemplo disso

Empreendedores que possuem mais de duas operações de uma rede de franquias são chamados de multifranqueados, o que tem se tornado mais frequente no Brasil, já que uma das vantagens é o processo de aprendizagem sobre o negócio, que facilitando a gestão, com alcance mais rápido do ponto de equilíbrio

Segundo dados da ABF (Associação Brasileira de Franchising) em 2019 o volume de redes com multifranqueados atingiu 82%, contra 74,5% em 2018.

Do ponto de vista de quem quer comprar franquias, a perspectiva de abrir outras unidades e se tornar um multifranqueado é atraente, já que o modelo é visto como uma maneira de ganhar escala e aumentar a rentabilidade.

Exemplo de multifranqueados

O casal Gilsa dos Santos e André Ikenaga, franqueados há quatro anos da rede Buddha Spa, rede de spas urbanos, decidiram trilhar o caminho dos multifranqueados. Hoje, eles possuem três unidades abertas e, em breve, irão inaugurar a quarta em um dos principais clubes esportivos de São Paulo.

“Desde o dia em que eu entrei para o Buddha Spa, não me vi mais trabalhando para outra marca. Confio em tudo que a franqueadora faz. Os valores da rede vão em direção ao que acredito e quero replicar para a minha vida e de todos aqueles que estão ao meu redor”, diz Gilsa.

Para o CEO da marca, Gustavo Albanesi, é gratificante ter o reconhecimento do trabalho realizado por seus franqueados. “Uma estratégia conglomerativa é sempre interessante, pois desta forma se diluem os custos, os riscos das sazonalidades e o aumento das frentes de venda”, ressalta o executivo.

Mesmo em um ano tão atípico como 2020, o Buddha Spa manteve seu ritmo de expansão. Atualmente, a rede tem 41 unidades em operação e, até o fim do ano, com novas inaugurações, pretendem chegar a 50 unidades abertas.

Marmita Fit menor

Para se tornar um franqueado da marca o investimento inicial é entre R$250 mil e R$450 mil. O faturamento médio mensal é de R$60 mil a R$200 mil, o lucro médio mensal de 15% a 30%, com o prazo de retorno do investimento de 24 a 36 meses.

Fonte: assessoria de imprensa

Por Rafael Gmeiner
Editor do site Mundo das Franquias


Agência VitalCom

Rafael Gmeiner

Jornalista, especialista em Produção de Conteúdo e Assessoria de Imprensa. Atualmente é CEO da Agência VitalCom e do site Mundo das Franquias. Há 20 atuando com Jornalismo e Comunicação, conta sua experiência com passagens por jornais impressos, televisão, rádio e sites, e acumula sete anos no segmento de Franquias