Dicas para entrar no franchising

Dicas para entrar no franchising

CEO da Bio Mundo destaca as vantagens de investir em uma franquia consolidada e em constante expansão no Brasil

Os primeiros passos para abrir o próprio negócio são trabalhosos. Ter uma boa ideia não é suficiente para alcançar o sucesso. O caminho do empreendedor demanda muita pesquisa, testes para achar o formato perfeito, além de tempo e budget para colocar o planejamento em prática.

De acordo com um estudo realizado pelo Sebrae, entre os principais motivos que levam uma empresa a encerrar as atividades no primeiro ano de vida está a falta de planejamento. Ainda mostrou que cerca de 39% fecharam por não saber qual era o capital de giro necessário para abrir o negócio, 33% não tinham informações sobre fornecedores e 55% não elaboraram plano de negócios.

Optar por abrir uma franquia é uma maneira de reduzir os riscos, por se tratar de um negócio estruturado e testado para dar certo, obviamente, dependendo muito do empenho do franqueado. Uma pesquisa apresentada pela ABF (Associação Brasileira de Franchising) registrou que o setor cresceu 6,1%, no 3º trimestre de 2019.

Com isso, nada melhor que um empresário de sucesso para falar sobre o aminho das pedras para quem pretende entrar no mundo das franquias. Edmar Mothé, fundador e CEO  da Bio Mundo, rede de lojas de produtos naturais, deu algumas dicas sobre como entrar no mercado.

Pesquise o mercado

O mercado de franquias é muito extenso e com muitas opções de setores e modelos de negócios para investir. Entender quais são os segmentos em expansão, os formatos oferecidos que se adequam ao seu investimento inicial e como as franqueadoras dão suporte e estrutura aos franqueados, são questões que devem ser levantadas ainda na fase de pesquisa.

Edmar destaca que a pesquisa foi essencial para a criação e sucesso da marca. “O primeiro passo foi identificar que existia um espaço no mercado de produtos saudáveis na região, algo que já procurávamos no nosso dia a dia e não encontrávamos. Após isso, pesquisamos a melhor forma de estruturar a loja e nos basearmos em modelos que buscamos nos EUA e Europa, e estruturamos o melhor modelo para a venda a granel, que era o nosso objetivo”.

Ainda falou sobre a importância de ficar atento ao movimento do setor. “Estamos sempre pesquisando como o mercado está. Por exemplo, uma análise da agência Euromonitor prevê um crescimento médio de 4,41% ao ano no segmento de produtos saudáveis até 2021. Portanto, este é o melhor momento para investir em uma franquia nesse ramo”, comenta Mothé.

Conheça o produto

Vestir a camisa não é apenas um discurso. Abrir uma franquia é entender a fundo como funciona os produtos e a estrutura da marca. Então aproveite o período de pesquisa para conhecer a empresa e escolher um setor que tenha afinidade. “Muitos dos nossos franqueados já eram consumidores da marca antes de decidirem investir na franquia, fomos a porta de entrada para o mundo do empreendedorismo. Alguns possuem mais de uma unidade atualmente”, destaca Edmar.

Analise a empresa

Descobrir se investir em uma empresa é uma boa ideia demanda uma análise completa da marca. “O caminho mais seguro é encontrar uma franquia que já esteja consolidada no mercado, tenha um padrão alto na qualidade de produtos, dê lucro, tenha boas perspectivas para os próximos anos e ofereça um bom suporte para o franqueado”, aconselha o empresário.

Converse com franqueados

Compartilhar conhecimento é importante para o sucesso do negócio. Por esse motivo, encontrar franqueados das marcas para trocar experiências pode se tornar decisivo na hora de efetivar o investimento. “Essa é uma boa oportunidade de tirar dúvidas e dirimir as inseguranças. Eles já passaram pelos mesmos questionamentos e podem ajudar o futuro franqueado”, orienta.

Planeje os gastos do negócio

Uma das grandes vantagens de abrir uma franquia estruturada é receber informações dos custos com fornecedores e estoque, capital de giro, instalações da loja e gasto com funcionários, que ajudam o empresário a economizar tempo na abertura do empreendimento e a diminuir os riscos de cometer gastos desnecessários.

“No segmento de alimentação, por exemplo, ter definido o custo com os itens em estoque é de extrema importância, primeiro para não comprar em excesso e ter desperdício, já que, no nosso caso, temos que ficar sempre atentos com a validade e qualidade dos produtos. E em um segundo momento para não comprar menos que o necessário e não correr o risco de parar a atividade na loja”, explica o CEO da Bio Mundo.

Selecione sua equipe

Construir a equipe é um ponto fundamental para o sucesso do negócio. Ter o suporte da franqueadora, não somente na hora de estruturar o plano de negócio, mas no momento de capacitar os funcionários é uma vantagem para o franqueado. “Entendemos que esse é um setor em que a rotatividade pode ser muito grande, por esse motivo é importante encontrar formas de motivar, por meio de campanhas de incentivo, e criar um bom ambiente”, comenta Mothé.

Outra forma de motivar o funcionário é a sua capacitação constante. “Na Bio Mundo fazemos treinamentos recorrentes de capacitação técnica e comercial, para que todos estejam preparados para atender o cliente com segurança”, complementa.

“Esse é o momento de o empreendedor investir em um segmento que realmente acredita e queira colocar seus esforços. Há benefícios para ambos, com o crescimento da marca, o franqueado também cresce”, completa Edmar.

Por Rafael Gmeiner


Experiência do MundoPowered by Rock Convert

Rafael Gmeiner

Jornalista com mais de 18 anos de experiência, atualmente é CEO da Agência VitalCom, especializada em assessoria de imprensa e produção de conteúdo, além de ser o editor do site Mundo das Franquias. Possui know-how de mais de seis anos no segmento de franchising