Ana Hickmann inaugura a 4ª unidade de seu instituto

Ana Hickmann inaugura a 4ª unidade de seu instituto

Feira Virtual de FranquiasPowered by Rock Convert

Em entrevista exclusiva, a empresária falou sobre os propósitos e o futuro de sua rede de cursos profissionalizantes, que oferece formação em barbearia, cabeleireiro, design de sobrancelhas, gestão de salão, manicure e pedicure, entre outros

No dia 4 de fevereiro, a empresária, apresentadora e modelo Ana Hickmann, inaugurou a quarta unidade do Instituto Ana Hickmann, rede de escolas profissionalizantes que atua nas áreas da Beleza, Fotografia e Moda Sustentável. A nova franquia fica no bairro de Santo Amaro, na cidade de São Paulo (SP).

A marca lançada há pouco mais de um ano é formatada pelo Grupo Kalaes, uma das maiores holdings multissetoriais de franquias do Brasil, e apresenta propostas pedagógica e educacional inovadoras para proporcionar uma nova possibilidade de renda para as famílias por meio de uma nova profissão.

A nova unidade, que oferece cursos de barbearia, cabeleireiro, design de sobrancelhas, gestão de salão, manicure e pedicure, especialização em penteados, terapia capilar, maquiagem, moda sustentável e embelezamento do olhar, tem como sócias Silvana Silva Santavicca e Simone Silva Santos. “A estrutura e o suporte oferecidos pela franqueadora, em particular pela experiência e solidez do Grupo Kalaes e da Ana, foram fundamentais para escolhermos a rede”, diz Silvana.

Em entrevista exclusiva, Ana Hickmann e o CEO da holding, Sidney Kalaes, falaram sobre o perfil do instituto, dos franqueados e quais os objetivos com a rede para este ano.

Ana Hickmann inaugura a 4ª unidade de seu instituto
As sócias Silvana e Simone, Ana Hickmann e Sidney Kalaes

A apresentadora deixou claro que o Instituto Ana Hickmann não é um projeto social, mas que ele tem como premissa estar perto, inclusive, de quem precisa de profissionalização. “Quando falamos em ter um lado social, levamos para a sociabilização que é dar uma oportunidade para todas as pessoas que buscam uma recolocação no mercado de trabalho, recomeçar a sua vida, ou melhorar o profissional que já. Isso de uma forma justa, quando falamos em valores; com dinamismo e, ainda, contando com nosso time de professores que são muito acolhedores. Diferente de outros cursos profissionalizantes, nós fazemos um trabalho pós-aula e, no final do curso, temos um TCC, com banca, para avaliar se o aluno aprendeu”, contou Ana.

Sidney ainda complementou dizendo que a rede traz mudança significativa para seus estudantes. “O instituto é uma transformação na vida das pessoas. Há alunos que, talvez, nunca conseguissem ter uma formação universitária e aqui ofereceremos isso. Nós nos tornamos a universidade deles. Há, por exemplo, mulheres que pararam de trabalhar porque tiveram filhos e encontraram dificuldade em se recolocar no mercado de trabalho, mas depois que fizeram nossos cursos, voltaram a trabalhar ou, até mesmo, começaram a empreender. E temos diversos cases assim”, comenta o CEO.

Ana afirma que a marca tem como intuito proporcionar conhecimento para as pessoas que buscam por novas oportunidades. “Eu estou muito feliz com este projeto porque, quando tinha 15 anos, tive a chance de conhecer grandes profissionais que me ensinaram e me ajudaram a fazer muitas coisas ao longo da minha carreira, por isso sempre transitei por diversas áreas de conhecimento, mesmo sem uma faculdade. E foi a vida que me deu uma bagagem muito grande. Mas nem todo mundo tem esta chance. E quando o Sidney veio com a proposta do instituto, sabia que era a hora de fazer o mesmo pelos outros também”, confessa.

Como todo negócio, o Instituto Ana Hickmann proporciona lucro aos seus franqueados, contudo, segunda a apresentadora e seu sócio, isso vem resultado de um trabalho sincero. “Nós estamos em lugares onde muitas vezes as escolas não querem abrir. Queremos, primeiro, formar alunos. O sucesso e o lucro vêm com o trabalho que a gente emprega aqui dentro. E isso começa quando chegamos em lugares que realmente as pessoas querem, onde se busca por melhores possibilidade de vida, para recomeçar e onde ninguém olhou. É questão de alma”, afirma Ana.

“Vemos alunos que estão aqui estudando para uma profissão que, talvez, nunca imaginaram exercer. E muitas delas chegam sem saber o que fazer da vida. E depois daqui tudo muda. Isso bate com que a gente sonhou, que é transformar a vida das pessoas. É um propósito de vida. Se mudarmos uma vida durante a nossa trajetória já é muito. E se mudarmos muitas vidas, como já estamos fazendo, é um feito”, acrescenta, Kalaes.

E para finalizar, o CEO do Grupo Kalaes comentou sobre o perfil de franqueados. “Nossos franqueados estão alinhados como a Ana e eu estamos e com o mesmo Objetivo. E quem investe na marca também precisa entrar com a alma. Estamos engajados no mesmo propósito de mudar a vida das pessoas. Ele ainda terá rentabilidade porque cobramos por isso de forma justa. Até porque os alunos precisam pagar por isso, pois o que é dado, geralmente, as pessoas não dão valor. Assim ela vai entender que é preciso valorizar e desde a matricula terá disciplina com o pagamento, com a presença nas aulas, e fazer valer a pena”, completa.

Por Rafael Gmeiner


Rafael Gmeiner

Jornalista, especialista em Produção de Conteúdo e Assessoria de Imprensa. Atualmente é CEO da Agência VitalCom e do site Mundo das Franquias. Há 20 atuando com Jornalismo e Comunicação, conta sua experiência com passagens por jornais impressos, televisão, rádio e sites, e acumula sete anos no segmento de Franquias

1 Comment

Comments are closed.