Você pode lucrar como revendedor de franquia

Você pode lucrar como revendedor de franquia

Com lucratividade média de 15%, a Cacau Show dispõe de um modelo de vendas diretas flexível que, também, pode ser uma renda extra

Neste mês de março mostramos aqui no Mundo das Franquias as histórias de três mulheres que mudaram suas vidas com o modelo de vendas diretas da Cacau Show. Maria Sirlete, entrou como revendedora da marca trabalhando em tempos livres, já que tem emprego fixo e, com isso, conseguiu melhorar suas condições financeiras. Já Pietra Bezerra, 23 anos, fez disso o seu trabalho integral e conquistou sua independência financeira. Por fim, Aryadne Giustina que era revendedora da rede e hoje é proprietária de duas unidades da franquia de chocolates.

São histórias inspiradoras mostrando que há opções e soluções, seja por renda extra, como por ganhos mensais recorrentes. E, aqui, em especial no modelo de vendas diretas, pois além dar um faturamento para muitas pessoas, é um método de trabalho extremamente flexível que em plena pandemia permite ser realizado à distância.  

Muitas pessoas não enxergam este mercado com bons olhos, mas o fato é que diversos profissionais, mesmo que por necessidade, entraram neste trabalho e hoje conquistam objetivos antes não imaginados.

Para esclarecer e entender melhor o modelo de revendedores da Cacau Show, conversamos de forma exclusiva com gestores da rede e com uma das revendedoras,  

Eliana Honório, que mostraram sobre qual é o trabalho destes profissionais.

“O modelo de negócio é feito de maneira bem independente para os revendedores, com um sistema de atendimento totalmente dedicado e prático. É possível realizar a retirada direta dos produtos na loja, sem precisar esperar, ou até mesmo optar pela entrega diretamente em sua residência, e você escolhe os produtos e a quantidade que deseja revender. São diversas facilidades para que os revendedores conquistem sua independência financeira”, explica Eliana.

Adquirindo o material

Para começar a trabalhar é preciso investir um pequeno valor de R$ 300, que permitirá ao revendedor trabalhar para a Cacau Show. Com a primeira aquisição já é possível retornar o investimento e ter lucro, que pode ainda ser maior.

“O valor de investimento no kit Inicial que é superacessível, além de poder ser parcelado, afinal o chocolate é um produto que praticamente se vende sozinho e a venda completa deste kit já preenche o valor que foi investido, sendo assim, o retorno do investimento é rápido e motivador. E sobre o recebimento de produtos, com um cenário de lojas fechadas, algumas delas estão fazendo a entrega na residência dos revendedores”, comenta Eliana

“Com o kit inicial o revendedor ganha a bolsa para armazenamento dos produtos. E a lucratividade, que é em média de 15%, pode aumentar de acordo com as promoções dispostas para os revendedores”, complementa a líder de venda direta da Cacau Show, Jéssica Mukotaka.

“Existe um sistema de premiação onde é possível ganhar 10% de desconto em vale chocolate para o mês seguinte. A Cacau Show, pensando sempre nos revendedores, possui também um programa de incentivo, onde as compras equivalem a pontos que podem ser convertidos em prêmios”, conta Honório.

Quem pode trabalhar com a revenda?

O trabalho da revenda está disponível para todas aquelas pessoas que querem uma renda extra e, principalmente, conquistar a sua independência financeira, de forma flexível, fazendo seus horários de trabalho. “O único pré-requisito é que a pessoa tenha mais de 18 anos”, orienta Eliana.

Marmita Fit menor

A Cacau Show, que conta hoje com 64 mil revendedores, tem tomado todas as medidas para que os parceiros possam lucrar, mas com segurança, devido à pandemia.

“Orientamos que as lojas ofereçam alternativas para reduzir eventuais impactos no momento presente, como atendimento com hora marcada, entrega em domicílio, retirada antes do horário de funcionamento da loja e aos finais de semana, sempre com todos os cuidados necessários. Além disso, disponibilizamos treinamento de boas práticas de higienização e proteção”, fala Jéssica.

A marca, que lucra entre 10% e 20%, em sua rede pelo modelo de vendas diretas, prevê quase dobrar o número de revendedores até o final deste ano. “O canal pode incrementar até 3% na rentabilidade final das lojas ou grupos de lojas. Algumas unidades, durante a pandemia, chegaram a ter mais de 70% de suas vendas originadas pelo canal. Esperamos ter mais de 110 mil revendedores em nossa base, espalhando carinho pelo Brasil, até o final de dezembro deste ano”, finaliza Mukotaka.

Para se tornar um revendedor da marca basta acessar o site, clicando aqui!

E se preferir, invista em você e inicie um curso de doces gourmet, trabalhe de casa e monte o seu próprio negócio. Clique aqui para saber mais!

Por Rafael Gmeiner
Editor do site Mundo das Franquias


Agência VitalCom

Rafael Gmeiner

Jornalista, especialista em Produção de Conteúdo e Assessoria de Imprensa. Atualmente é CEO da Agência VitalCom e do site Mundo das Franquias. Há 20 atuando com Jornalismo e Comunicação, conta sua experiência com passagens por jornais impressos, televisão, rádio e sites, e acumula sete anos no segmento de Franquias