Franquia de R$3 mil para o público feminino

Franquia de R$3 mil para o público feminino

O novo negócio da Quinta Valentina tem como objetivo incentivar o empreendedorismo em mulheres que tenham afinidade com o meio digital

A Quinta Valentina, rede de franquia de sapatos femininos com venda e atendimento personalizados inicia o ano de 2021 com o lançamento de um novo modelo de franquia digital de baixo custo, com foco em mulheres que tenham proximidade e se identifiquem com a área digital.

O modelo possibilita que as franqueadas realizem vendas de uma forma inovadora, por meio da internet utilizando um link exclusivo, que elas podem divulgar em seus perfis pessoais. O investimento é de R$ 3 mil, com previsão de retorno de três meses e comissões por venda entre 8% e 15%.

A rede começou a desenvolver o modelo ainda em 2020, quando percebeu que a migração para o digital seria algo que continuaria no mercado, mesmo depois que a economia voltasse a se recuperar dos impactos da crise causada pela pandemia do coronavírus. 

“O comportamento do consumidor mudou muito durante a pandemia e o digital ganhou muita força. Dentro desse contexto desenvolvemos o modelo de franquia digital da Quinta Valentina. O foco são todas as mulheres que se identificam com o nosso negócio e por meio desses canais têm possibilidade de grande retorno sobre seu investimento, sendo uma franqueada da Quinta Valentina”, destaca o CEO da marca, André Assunção.

O primeiro passo para quem quer se tornar uma franqueada digital da Quinta Valentina é fazer o cadastro no site da marca. A futura franqueada deverá aceitar os termos do modelo de negócio, escolher um nome para a loja digital e, depois de dez dias do primeiro acesso à COF (Circular de Oferta de Franquia), será disponibilizado o contrato de franquia.

Após a finalização do cadastro, a empreendedora terá um espaço de vendas e relacionamento dentro do site da Quinta Valentina por meio do Whatsapp, com um endereço de internet exclusivo, que poderá ser divulgado da maneira mais conveniente para a franqueada. A entrega dos produtos adquiridos pelo link será feita pela própria Quinta Valentina no endereço em que o cliente preferir, com cobertura em todo território nacional.

 “A ideia do novo modelo é trazer fluxo para dentro de nossas ferramentas digitais e fazer com que essas pessoas sejam remuneradas por isso. Teremos uma equipe dedicada a essas pessoas. O pacote de ferramentas que será disponibilizado para essas franqueadas digitais será diferente do modelo Home. No entanto, daremos todo o apoio necessário para que os resultados sejam positivos e essas franqueadas digitais tenham sucesso e alcancem sua independência financeira”, destaca Assunção.

Marmita Fit menor

A rede nasceu do desejo de oferecer a mulheres de todo o Brasil a possibilidade de entrarem no mercado e alcançarem seus objetivos profissionais, inspirando essas mulheres a conquistarem sua independência por meio do empreendedorismo no segmento da moda, e hoje também se destaca pelo trabalho de apoio à mulher em diferentes situações, tanto no âmbito profissional, com a capacitação que oferece a suas franqueadas, quanto no pessoal atuando na luta contra a violência. “Nossas franqueadas são mulheres que se colocaram no mercado de trabalho e não esperaram para ir à luta. Muitas mulheres, infelizmente, estão inseridas em um contexto de abuso e a Quinta Valentina se posiciona como uma empresa que quer apoiá-las e dar todo o suporte necessário para que conquistem independência financeira e também psicológica”, ressalta o CEO.

Fonte: assessoria de imprensa

Por Rafael Gmeiner
Editor do site Mundo das Franquias


Agência VitalCom

Rafael Gmeiner

Jornalista, especialista em Produção de Conteúdo e Assessoria de Imprensa. Atualmente é CEO da Agência VitalCom e do site Mundo das Franquias. Há 20 atuando com Jornalismo e Comunicação, conta sua experiência com passagens por jornais impressos, televisão, rádio e sites, e acumula sete anos no segmento de Franquias